Imagem capa - Casamento na Igreja! O que preciso saber? por Th Medeiros

Casamento na Igreja! O que preciso saber?

O que acham de começarmos a semana com algumas dicas muito úteis para as noivas que amam o tradicional e decidiram se casar na igreja?

Hoje em dia, existe bastante procura por casamentos na praia, no campo ou, até mesmo, por locais em que seja possível realizar tanto a festa quanto a cerimônia, para facilitar a vida dos convidados e evitar o deslocamento de um lugar para outro.

Porém, para uma grande parte das noivas, casar na igreja ainda é um sonho. Reunir amigos e familiares em um local considerado sagrado, sentir o coração bater mais forte quando a porta se abre e seguir em direção ao altar para encontrar com o grande amor, com certeza continua sendo um grande desejo.

Foto: Th Medeiros Photographer


Foto Th Medeiros Photographer

E, para esse sonho se tornar realidade, existem alguns pontos importantes que devem ser considerados e não podem ser esquecidos pelo casal.

Para você que sempre sonhou em entrar de véu e grinalda na igreja, é importante saber que existe uma série de procedimentos e requisitos para o casamento religioso, que vão bem além do modelo de vestido de noiva. O casamento na igreja é uma das grandes exigências da maioria dos brasileiros, e para que ele seja válido, é necessário alguns procedimentos técnicos. Já que os noivos têm que se preocupar com tantas coisas em todo o processo, desde a decoração de casamento até os últimos detalhes das lembrancinhas de casamento, te ajudamos na parte burocrática, explicando tudo o que você precisa saber para celebrar a união religiosa católica, para que tenha validade na vida civil.


RESERVAR A DATA

A primeira coisa a ser feita pelos noivos, antes de começar a organização do casamento na igreja, é definir a igreja para já marcar a data e horário com antecedência e evitar transtornos futuros. Essa reserva pode ser feita até um ano e meio antes. É interessante também ter uma ideia da lista de convidados, para que a igreja comporte o número de pessoas no grande dia.


Foto: Th Medeiros PhotographerFoto Th Medeiros Photographer

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

Antes de se preocupar com a decoração da igreja para casamento, dê uma atenção especial aos documentos que serão necessários para que sua união tenha efeito na vida civil. É importante saber cada procedimento burocrático antes de enviar os modelos de convites de casamento e estar segura que pode atender todos os requisitos com antecedência. Os noivos devem ter a certidão de batismo atualizada. E, se for necessária a atualização, basta ir na igreja onde foram batizados ou na Cúria Metropolitana da cidade, caso não tenham essa informação.


Foto: Th Medeiros Photographer

Foto Th Medeiros Photographer

Segue  a lista de documentos para cerimônia religiosa:

  • -Licença (transferência) de paróquia, necessária quando o casamento será em paróquia diferente de um dos noivos;
  • -Cópias autenticadas do RG e CPF do casal;
  • -Certidão de batismo dos noivos;
  • -Cópia de comprovante de residência;
  • -Certificado do curso de noivos;
  • -Carta do padre e cópia da identificação presbiterial (caso não seja o padre da própria paróquia);
  • -Taxa da igreja
  • -Ficha de duas testemunhas, que não pode ser pai, mãe nem menores de 18 anos. A ficha deve conter os seguintes dados: nome, profissão, idade, RG, estado civil, nacionalidade e endereço completo das testemunhas.

Lembrando que é sempre fundamental consultar a lista de documentos solicitados pela igreja na qual será realizada a cerimônia.


CASAMENTO NA IGREJA X CASAMENTO NO CIVIL

O casamento na igreja pode ser feito com efeito civil e para isso deve-se levar um juiz de paz do cartório. Entretanto, para a realização desse procedimento, a taxa é 3 vezes maior do que fazer no próprio cartório.

Alguns noivos optam por realizar no cartório mesmo e, depois, oferecem um almoço a alguns convidados, a noiva compra um vestido e, no fim das contas, acaba saindo elas por elas em questão de valores. Isso quando não se gasta mais fazendo desta forma. Agora, se for só para ir lá no cartório, com duas testemunhas, assinar e ir embora, vale a pena o valor investido.

Alguns noivos optam por realizar no cartório mesmo e, depois, oferecem um almoço a alguns convidados, a noiva compra um vestido e, no fim das contas, acaba saindo elas por elas em questão de valores. Isso quando não se gasta mais fazendo desta forma. Agora, se for só para ir lá no cartório, com duas testemunhas, assinar e ir embora, vale a pena o valor investido.

O mais importante no final, independente do local, é que o casamento ocorra exatamente como os noivos sonharam e que seja um dia de muitas alegrias e repleto de amor!